Onde vamos parar?

Estou abismada com o que vem crescendo na lista de bestsellers neste momento de crise no país: livros escritos por jovens que mal chegam aos vinte anos!! Youtubers que têm milhares de seguidores nas redes sociais e são cortejados pelas editoras na tentativa de correr o menor risco possível porque, não sendo assim, teriam que fechar suas portas. E enquanto isso, os bons livros de literatura vão sumindo dos lançamentos. Como e quando vamos sair dessa, alguém pode me dizer?

 

Share
Esta entrada foi publicada em Cotidiano. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

6 respostas a Onde vamos parar?

  1. izilda Bichara Alves Cordaro disse:

    O mais triste é saber queque essas editoras publicam os livros desses jovens Youtubers objetivando exclusivamente o sucesso nas vendas, relegando à zero a preocupação com a qualidade do que é publicado. 🙁

  2. Marileia Gollo de Moraes disse:

    Compartilho dessa indignação Maria José. Aqui em casa tenho questionado esse tipo de leitura, para não “proibir” temos “negociado”. Pode ler uma dessas biografias, o próximo livro tem que ser de outro estilo. Nesse movimento, foram lidas apenas dois desses livros, pois foi percebida a grande diferença. E passou o interesse. Inclusive, estou procurando o seu livro A mãe da mãe de sua mãe e suas filhas e descobri que está esgotado. Tem alguma sugestão de como posso adquirí-lo?

    • mariajosesilveira disse:

      Olá, Marileia:
      obrigada pela mensagem.
      O livro está mesmo esgotado, mas tenho alguns exemplares para venda. O preço é R$25,00 mais o frete. Precisaria saber em qual cidade você mora para passar no correio e perguntar o preço do frete. Caso se interessar, me avise.
      Um grande abraço.

      • Marileia Gollo de Moraes disse:

        Olá Maria José, tenho interesse sim, por gentileza me passa os dados para depósito e quem sabe o email para dialogar no privado.
        Grata

  3. Marileia Gollo de Moraes disse:

    Olá Maria José, tenho interesse sim, por gentileza me passa os dados para depósito e quem sabe o email para dialogar no privado.
    Grata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *