Arquivo do mês: janeiro de 2016

Coalhada proustiana (ou Meus tempos de vida dupla)

Eu estava sozinha outro dia, em um desses shoppings paulistanos, estava com fome, vi o letreiro do Almanara, entrei e pedi uma coalhada fresca com mel. Era o que sempre pedia quando entrava nesse restaurante, aonde não ia há milênios, … Continue lendo

Share
Publicado em Cotidiano | 3 comentários

Toda a verdade

A minúscula mariposa, ou parente de mariposa que não sei identificar, deu seu último suspiro em minha pia. Asas transparentes e corpo (se é que se pode chamar de corpo aquele pedacinho vertical entre as asas) era de um translúcido … Continue lendo

Share
Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Um ato político

  “A ficção afeta a política? Sim, inevitavelmente. Então, toda ficção é política? Para mim, sim outra vez. Escritores de ficção que afirmam que sua escrita não é politica são simplesmente escritores que procuram se dissociar das políticas que sua … Continue lendo

Share
Publicado em Entrevistas | Deixar um comentário

A feitura de um poema

“Decido fazer um poema quando me sinto compelido por um sentimento forte a fazê-lo – mas espero até que o sentimento se consolide em uma resolução; então concebo um final, o mais simples que consigo, contra o qual aquele sentimento … Continue lendo

Share
Publicado em Cotidiano | Deixar um comentário

2016

    Fui reler o post que coloquei aqui em janeiro do ano passado, com minha pequena lista de projetos (como escritora) para o ano que começava.  Mas 2015 foi um ano ruim, empacado, um ano que o país quase … Continue lendo

Share
Publicado em Cotidiano | 6 comentários