Arquivo do mês: março de 2015

O pequeno folhetim do povo trabalhador (1)

  – Quer conversar comigo, seu moço? – Sim, boa tarde. A senhora é a cozinheira? – Boa tarde pro senhor também. Sou eu, sim, às suas ordens. – Queria cumprimentá-la. Há muito tempo não como tão bem assim. Comidinha … Continue lendo

Share
Publicado em Crônicas | 4 comentários

Um novo conflito em Sampa

(Felizmente, a Prefeitura de São Paulo ganhou ontem na Justiça o direito de continuar a implementar novas ciclovias na cidade. Escrevi esta crônica para o jornal “O Popular” no começo da semana, e a posto aqui hoje porque, infelizmente, esse … Continue lendo

Share
Publicado em Crônicas | Deixar um comentário

A importância de um bom tradutor

Há milênios, a cristandade declara que Jesus nasceu de uma virgem. No entanto, pesquisas atuais mostram que essa afirmação é decorrente de um erro de tradução da Bíblia. A palavra ligada à Maria e que, na versão do hebraico para … Continue lendo

Share
Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

O final do pequeno folhetim das alegrias (5)

De presente de casamento, a moça e o rapaz do acordeão ganharam a vaca de nome Caprichosa. Boa vaca leiteira, tranquilona, dona de si. Tão dona que não está nem aí pra rua, calçada ou pasto. Passa por onde lhe … Continue lendo

Share
Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

A Cena Primal (trecho do meu romance O Fantasma de Luís Buñuel”)

  Trecho de uma fala do personagem Tadeu: “Minha cena primal, o ato sexual que me criou, o intercurso carnal entre o pai e a mãe que foi o começo dessa vida que hoje está nessa gelatina tropical sempre à … Continue lendo

Share
Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

O pequeno folhetim das alegrias (4)

  Esse é o moço do cavalo que alvoroçou o coração da moça. É com ele que ela vai se casar amanhã. Nem parece cansado, ele que veio de tão longe. A festa corre solta, a música está na rua, … Continue lendo

Share
Publicado em Crônicas | Deixar um comentário

Sexta de crônicas: A não-busca da felicidade

A sociedade em que vivemos anda tão desatinada que até da felicidade nos esquecemos. O que vemos é a busca de desejos fragmentados: o sucesso na profissão, o corpo modelado, o cabelo assim assado, o carrão mais bonito do que … Continue lendo

Share
Publicado em Crônicas | Deixar um comentário

A importância de Mário Andrade

Antonio Candido escrevendo sobre o velório de Mário de Andrade: “Durante o velório, Edgard Cavalheiro, escritor bastante em voga naquele momento, autor de biografias de Fagundes Varela e de Monteiro Lobato, me perguntou, no jardinzinho que havia na frente da … Continue lendo

Share
Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

O pequeno folhetim das alegrias (3)

Ê trem bão! O violeiro toca como jamais tocou. Quer impressionar a ex-namorada que agora é  noiva do seu amigo do acordeão. O casamento será amanhã, e suas ilusões terminarão para todo o sempre, e mesmo assim ele toca com … Continue lendo

Share
Publicado em Sem categoria | 2 comentários

Nem comece

Depois que você passa anos escrevendo e publica vários livros, é natural que aprenda algumas coisas sobre o ato de escrever. No meu post de outro dia, “Sobre escrever”, coloquei algumas dessas dicas, mas depois me lembrei de uma que … Continue lendo

Share
Publicado em Cotidiano | Deixar um comentário