Arquivo do mês: junho de 2014

“2666”

Acabo de ler “2666”, de Roberto Bolaño. Um romance colossal, um romance oceano, uma obra-prima. O tipo de livro que deslumbra o leitor e, se esse leitor for também escritor, corre o sério de risco de não ousar jamais escrever … Continue lendo

Share
Publicado em Cotidiano | 2 comentários

Um pouquinho mais de Neil Gaiman

“Temos a obrigação de fazer com que as coisas sejam belas. Não de deixar o mundo mais feio do que já encontramos, não de esvaziar os oceanos, não de deixar nossos problemas para a próxima geração. Temos a obrigação de … Continue lendo

Share
Publicado em Cotidiano | Deixar um comentário

Neil Gaiman sobre escritores

  “Nós escritores – e especialmente escritores para crianças, mas todos os escritores – temos uma obrigação com nossos leitores: é a obrigação de escrever coisas verdadeiras, especialmente importantes quando estamos criando contos de pessoas que não existem em lugares … Continue lendo

Share
Publicado em Cotidiano | Deixar um comentário

Neil Gaiman falando sobre literatura

  “E a segunda coisa que a ficção faz é construir empatia. Quando você assiste TV ou vê um filme, você está olhando para coisas acontecendo a outras pessoas. Ficção de prosa é algo que você constrói a partir de … Continue lendo

Share
Publicado em Cotidiano | Deixar um comentário

Quem vê a pimenta não vê a cor dos olhos

  Maria José Silveira   De fato, não vi a cor dos olhos hermeticamente fechados. Na imagem que mais me impactou no dia da inauguração da Copa, o que vi primeiro foram os dentes perfeitos na boca aberta de um … Continue lendo

Share
Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Pulmão ou coração da cidade?

  Não sei bem, mas moro em um deles. Escuto a pulsação. Tambores, vozes, gente. Olho pela janela, e não sei a que se deve, hoje, a aglomeração no vão do MASP.   O ritmo do batuque é negro, portanto, … Continue lendo

Share
Publicado em Sem categoria | 1 comentário

O assunto é Copa

  Até que eu gostaria de falar contra um mundo de coisas que anda acontecendo, e a maneira escandalosa como a imprensa tem manipulado as notícias, e o vexame que foi um punhado da “elite branca” incivilizada mostrar sua cara … Continue lendo

Share
Publicado em Cotidiano | Deixar um comentário

Um olá para meus leitores chineses

A internet é curiosa, e as estatísticas deste blog me mostram que o país onde tenho mais leitores é a China! Estudantes de literatura? Estudantes da língua portuguesa? Como saber? Seja como for, aqui vai um beijo especial para vocês.

Share
Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

O narrador como personagem

E agora, a voz do premiado Michel Laub: “Como tenho escrito livros curtos e em primeira pessoa, os personagens que valem mesmo são os narradores. Os demais passam pelo filtro dele (sua memória, sua maneira de falar, suas opiniões). Então, … Continue lendo

Share
Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Semana da criação dos personagens III

Hoje é o querido Rodrigo Lacerda quem nos dá sua resposta: “De onde vieram meus personagens Os protagonistas de O mistério do leão rampante (1995), meu primeiro livro, nasceu de uma piada. É a única piada contemporânea de Shakespeare na … Continue lendo

Share
Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário